Linhas de estratégia mental 

- Cada linha tem 1 ponto de partida e 1 de chegada, ou 1 ponto e uma direção. Um ponto equivale a uma chave ( ponto de união entre os arames). Cada chave acrescenta peso e deve estar bem presa para evitar o colapso da estrutura. 

- Uma linha de estrutura corresponde a uma linha de força (visual) 

 

- As linhas tendem a agrupar-se em pontos ou linhas de força de onde nascem ( e regressam) todas as linhas.

 

- A natureza não tem linhas retos ( embora possam ser visionadas como retas)

 

- Gestualidade do traço consegue-se associando o Tempo à linha. Uma linha curta e reta é um movimento rápido. Uma linha ondulada e comprida é lenta. 

- O Movimento não deve ser real, senão quebra a ilusão e transforma o desenho num objeto. Este deve estar implícito na forma, como um "frame" de uma ação.

- Planeia mentalmente os trajetos isso fará com que tenhas uma ideia do comprimento de cada linha que vais usar, evitas desperdício e evitas sobrecarregar a estrutura com chaves desnecessárias.

- Muitas chaves tornam o desenho "sujo" (e a estrutura pesada).

Que linhas escolher?

- linhas existentes na forma que sejam visíveis (rugas) ou invisíveis ( músculos)

- linhas de luz que definem o volume ( claro e escuro)

- estruturais contidas no objeto

- estruturais exteriores ao objeto

- linhas de movimento 

-linhas decorativas ( podem representar um padrão, letras, de algo que reveste a forma)

- Linhas de peso visual ( definem a essência do objeto)