Que arame escolher?

O arame é uma liga metálica.  Existem várias ligas metálicas à venda no mercado e variam de material, diâmetro e preço. Deves começar por fazer um levantamento quais as ligas metálicas que estão à venda perto de ti de uso comum e baratas, e outras que só por encomenda.

 

Vais começar a construir a tua biblioteca de referencias visuais ( que pode ser mental).  Nesta vais corresponder mentalmente cada linha de arame com o seu homónimo das técnicas bidimensionais (grafite, carvão, esferográfica, tinta da china...). Estas correspondências são tuas.  Nesta biblioteca também vais experimentar e registar a maleabilidade , resistência e características próprias (enferruja?) de cada liga. 

Escolhemos o arame conforme a escala do trabalho, a função, a resistência e o tema.

Eu recomendo arame revestido com plástico, verde escuro, normalmente vendido na zona de jardinagem para quem está a começar. É maleável, resistente, não enferruja e não magoa. Eu tenho sempre o cuidado de usar luvas quando trabalho com outros arames. Igualmente deve-se ter cuidado com os olhos, manter as mãos a uma distancia segura da cara e se começarmos a ficar cansados e impacientes: PARAR 

Todas as ligas podem ser pintadas com spray no fim do trabalho, conferindo proteção ( ferrugem) e homogeneidade à escultura.

Estes são alguns tipos de liga metálica que eu uso:

Arame Zincado/ arame galvanizado/ queimado/ revestido/ chumbo/ solda/ prata/ Ouro/ cobre/Aço